União das Freguesias de Assafarge e Antanhol - Coimbra
  
                               
ANTANHOL:
Na Freguesia realizam-se festas em honra do Santíssimo Sacramento, em Setembro, de São Domingos, em Ourubro, de São Miguel, em Novembro, na localidade de Albergaria, de Nossa Senhora da Conceição, nos dias 12 e 13 de Junho, na povoação de Valongo, e de Nossa Senhora de Alegria, em Maio. As marchas populares, a 12 e 23 de Junho, por outro lado, são igualmente pretexto para que a população de Antanhol deixe transparecer toda a sua alegria e boa disposição.



ASSAFARGE:
Embora cada povoação da Freguesia tenha a sua Festa anual, é a festa em hora de Santo Amaro em Carvalhais de Cima, no primeiro sábado de Agosto, a única do meio rural, do concelho de Coimbra, que ocasiona um afluxo considerável de forasteiro à Freguesia.
Para além desta festividade, realizam-se igualmente festas em honra de Nossa Senhora do Rosário, em Assafarge, no princípio de Outubro; de Nossa Senhora da Ajuda em Abrunheira, a 15 de Agosto; de Nossa Senhora da Paz, em Vale de Cântaro, em Fevereiro; de São Sebastião, em Palheira, no primeiro domingo de Setembro e de Nossa Senhora da Conceição, em Carvalhais de Baixo, a 8 de Dezembro.
A propósito da Festa em honra de Santo Amaro, o Prof. Doutor Vergílio Correia escreveu:
“…Demandei nesse tempo a Santo Amaro, guiado por uma indicação do Dicionário Geográfico do Padre Luís Cardoso,no artigo referente a Assafarge «perto deste lugar, para o norte, a mui pouca distancia, está um monte a que chamam do Santo Amaro, por estar no mais alto dele uma capela dedicada ao dito Santo, na grandeza mediana, com seu alpendre e porta principal para o norte; é suposto que não é eminente este monte, dele se descobrem a maior parte da cidade de Coimbra e outras muitas povoações e vilas, lugares e aldeias, o rio Mondego quase por espaço de três léguas, e parte também do campo de Coimbra e para a parte nascente em distancia de oito léguas, se descobre distintamente a grande Serra da Estrela…»
Encontrei a ermida tal como a descrevia a Dicionário. No dia brumoso em que a visitei pela primeira vez entretinha-se o sacristão em expor as magras resteas de um sol invernal uma série de grosseiros ex-votos de madeira, que a chuva havia passado […]
Voltei a vê-la no primeiro Domingo de Agosto seguinte, o único dia em que se festejava já o padroeiro. Alguma gente de Coimbra vinha pelas Lajes e os Cavalhais, violas zangarreando, raparigas entoando, o seu tudo-nadimha de impertinência citadina que descambava por vezes em correrias e contusões. O grosso da afluência era de longe, constituída por grupo vindo de montante do rio, dos lados do Dianteiro, Penacova, potares e Miranda, chegados na véspera com os sacos de famel, e que haviam passado a noite no adroe terrenos adjacentes, as moças e moços dançando e cantado, os velhos vigiando a sua prole e a dos vizinhos da aldeia, beberricando em volta das pipas alçadas dos carros bois ou encapuchadas pelos toldos e ramalhos. Uma ausência de dois decénios tornoou particularmente agradável a visita que há dois anos no dia da festa fiz ao lugar. Pareceu-me que nada mudara, na massa devora, - cujo trajos mal se modificaram -, tirando que as moças de agora eram as filhas das que então levavam a noite a bailar em honra do Santo. O que mudara bastante fora o edifício, sobre cuja capela mor um prior faustuoso fizera erguer um cubelo maciço, do alto do qual, entre candelabros de ferro, uma estatua de tamanho natural, olha a paisagem montaneira, donde os seus romeiros ocorrem. Este intento de monumentalização do eremitério prosseguiu no fortalecimento estilização do alpendre.
Na manha soalhenta de 15 (1937) tudo era solidão e silencio em volta do santuário. Ao longe, sobre o vale do Mondego e a Serra da Lousã, as nuvens acastelavam-se. Porém Coimbra, luminosa e alva, continuava a sorrir ao sol, mais alto que as nuvens.
Ambiente propício a recordações… MAS para que recordar enquanto se puder reviver!”.


    • Autarcas
    • Geografia
    • Demografia
    • Serviços
    • Resenha
    • Heráldica
    • Património
    • Padroeiro
                  
Copyright © Todos os direitos reservados. Proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, sem prévia permissão por escrito da junta de Freguesia.

134974 visitas até ao momento.

A minha rua | Notícias | Imprensa | Contactos